Últimas notícias
  1. Carro de passeio bate em viatura da PM e deixa dois feridos; assista
  2. Beber no ônibus, fazer xixi na rua… saiba o que é crime no carnaval
  3. Drone filma dezena de tubarões em praia dos EUA; assista
  4. Dois suspeitos de matar agente da PF na Favela do Rola são presos
  5. Diretora é morta a facadas em escola estadual de Florianópolis
  6. Trump teria oferecido perdão a Assange para que desmentisse interferência russa
  7. Rebanho de 3000 camelos é flagrado nas ruas da Líbia
  8. Witzel envia mensagem de whatsApp convidando Bolsonaro para camarote do carnaval
  9. Vereador afirma que Flávio Bolsonaro visitou Adriano da Nóbrega na prisão
  10. Eduardo Bolsonaro diz que Cid não teve "o mínimo de inteligência"; Ciro responde
  11. Com quadro estável, Cid Gomes recebe alta da UTI
  12. EUA: Chamado de racista e sexista, Bloomberg é massacrado em debate democrata
  13. PMs deixam batalhões no Ceará após senador Cid Gomes ser baleado
  14. Mudança climática pode destruir todos os recifes de coral até 2100
  15. Carlos Bolsonaro condena atitude de Cid Gomes: O que mata não são as armas"
  16. Surfista descobre que estava cercado de tubarões após sair do mar; assista
  17. Perito da OMS diz que não há diretrizes para combater novo coronavírus
  18. Meirelles, Bolsonaro e Haddad contrataram disparo em massa, diz sócio de empresa
  19. Crise da água: sem acordo, Defensoria e MP vão à Justiça por indenização
  20. MPF quer acesso à delação de Cabral homologada no Supremo
  21. Evidências apontam que atirador da Alemanha era de extrema-direita, diz polícia
  22. Ativista do Complexo do Alemão é detido em abordagem policial no Rio; veja vídeo
  23. Cid Gomes apresenta evolução clínica após ser baleado no Ceará
  24. São Paulo está em alerta para alagamentos nesta quinta
  25. Atiradores abrem fogo na Alemanha e deixam mortos
news-details

O Procon-SP, órgão de defesa do consumidor vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, anunciou na última quinta-feira (23) que vai multar a Decolar, empresa especializada na venda de serviços turísticos e hospedagem, em R$ 1.193.682,66 por práticas e cláusulas de contrato consideradas abusivas pela entidade.

 

De acordo com a nota do órgão, a Decolar estipulou diferentes preços para o mesmo serviços com base na localização geográfica do usuário. Para o Procon-SP, tal ação configura “discriminação em razão do perfil do consumidor e desrespeita o artigo 39 do Código”.

 

Além disso, o Procon-SP acusa a companhia de possui uma cláusula de contrato abusiva, o que fere o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

“A empresa também infringiu o artigo 51 do CDC ao estabelecer em seu contrato cláusula em que se exime da responsabilidade pela prestação dos serviços e pela qualidade desses, colocando-se apenas como intermediária”, afirma o órgão em nota.

 

Para Guilherme Farid, chefe de gabinete do Procon-SP, as ações da companhia mostram-se como uma atitude de tentar se esquivar da responsabilidade da empresa como prestadora de serviços turísticos.

 

“Quando o consumidor contrata os serviços da Decolar o faz pela confiança que deposita na marca, na certeza de que irá usufruir dos serviços e de que esses serão executados conforme a oferta feita pela empresa”, afirma Farid.

 

Procurada pelo InfoMoney, a Decolar se defendeu dizendo que não realizou práticas abusivas com seus clientes e que trabalha seguindo a legislação do Brasil. A companhia ainda afirmou que deve recorrer à decisão do órgão. Confira na íntegra a nota de posicionamento da Decolar:

 

“A Decolar esclarece que não pratica e jamais realizou práticas abusivas para seus consumidores. A companhia informa que trabalha com total transparência e, principalmente, em conformidade com a legislação do país. Sobre a decisão do Procon, a companhia irá recorrer à decisão”.

Fonte: Infomoney

Maringá Encantada
Enquete

Qual seria o local ideal para a realização da FLIM em 2020?


Praça Renato Celidônio

Entorno do Estádio Willie Davids

Parque de Exposições - Áreas cobertas