Últimas notícias
  1. Qualidade do ar cai ainda mais em São Paulo em quinta-feira quente e ensolarada
  2. "Sigo os médicos, não o Bolsonaro", diz Doria sobre tomar cloroquina
  3. Máscara gigante distribuída para alunos do Amazonas vira meme na web; veja
  4. Polícia apreende R$ 1 milhão em medicamentos desviados da rede pública
  5. Homem que diz ser primo de Michelle Bolsonaro vaza briga nas redes: Seu m....
  6. Justiça do Rio homologa delação premiada de doleiro Dario Messer
  7. PF fecha dois bingos clandestinos no centro do Rio de Janeiro
  8. Secretário de Educação da cidade de São Paulo está com Covid-19
  9. Cliente se recusa a medir temperatura e agride funcionário de hotel; assista
  10. Murilo Bon Meihy é o entrevistado do iG desta quinta-feira (13)
  11. Lava Jato de SP pede para juiz retomar ação de lavagem contra Serra e a filha
  12. Primeira-dama de São Paulo Bia Doria testa positivo para Covid-19
  13. Juiz não aceita denúncia de corrupção contra ex-secretário de Alckmin
  14. Espanha proibirá que pessoas fumem nas ruas para conter Covid-19; entenda
  15. Em clima de união, Bolsonaro abraça Maia e Alcolumbre em discurso
  16. Policiais mandam cachorro atacar homem negro de joelhos; asssista
  17. Delação premiada de ex-secretário da Saúde de Witzel é homologada pelo STJ
  18. Filmam 'fantasma' no cemitério e uma mulher garante que é sua filha;assista
  19. “Estou muito honrado": Bolsonaro e Temer trocam elogios antes de viagem
  20. Nova espécie de dinossauro é descoberta na Inglaterra
  21. Professora bebe, fica nua em templo budista e é presa
  22. Mercado imobiliário carioca em alta: um empreendimento inovador em Botafogo
  23. Protocolo anterior da Covid-19 é melhor do que o atual, afirma Mandetta
  24. Do PSL para PP: Líder do governo na Câmara é substituído por nome do Centrão
  25. Publicado decreto que confirma Brasil no Protocolo de Nagoia
news-details

O Procon-SP, órgão de defesa do consumidor vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, anunciou na última quinta-feira (23) que vai multar a Decolar, empresa especializada na venda de serviços turísticos e hospedagem, em R$ 1.193.682,66 por práticas e cláusulas de contrato consideradas abusivas pela entidade.

 

De acordo com a nota do órgão, a Decolar estipulou diferentes preços para o mesmo serviços com base na localização geográfica do usuário. Para o Procon-SP, tal ação configura “discriminação em razão do perfil do consumidor e desrespeita o artigo 39 do Código”.

 

Além disso, o Procon-SP acusa a companhia de possui uma cláusula de contrato abusiva, o que fere o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

“A empresa também infringiu o artigo 51 do CDC ao estabelecer em seu contrato cláusula em que se exime da responsabilidade pela prestação dos serviços e pela qualidade desses, colocando-se apenas como intermediária”, afirma o órgão em nota.

 

Para Guilherme Farid, chefe de gabinete do Procon-SP, as ações da companhia mostram-se como uma atitude de tentar se esquivar da responsabilidade da empresa como prestadora de serviços turísticos.

 

“Quando o consumidor contrata os serviços da Decolar o faz pela confiança que deposita na marca, na certeza de que irá usufruir dos serviços e de que esses serão executados conforme a oferta feita pela empresa”, afirma Farid.

 

Procurada pelo InfoMoney, a Decolar se defendeu dizendo que não realizou práticas abusivas com seus clientes e que trabalha seguindo a legislação do Brasil. A companhia ainda afirmou que deve recorrer à decisão do órgão. Confira na íntegra a nota de posicionamento da Decolar:

 

“A Decolar esclarece que não pratica e jamais realizou práticas abusivas para seus consumidores. A companhia informa que trabalha com total transparência e, principalmente, em conformidade com a legislação do país. Sobre a decisão do Procon, a companhia irá recorrer à decisão”.

Fonte: Infomoney

Enquete

Se estiver no primeiro mandato, quais as chances do prefeito de sua cidade se reeleger ?


Todas

Nenhuma

Poucas