Últimas notícias

    Warning: simplexml_load_file(https://ultimosegundo.ig.com.br/rss.xml): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.0 503 Service Unavailable in /home/revistarcp/public_html/topo.php on line 415

    Warning: simplexml_load_file(): I/O warning : failed to load external entity "https://ultimosegundo.ig.com.br/rss.xml" in /home/revistarcp/public_html/topo.php on line 415

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/revistarcp/public_html/topo.php on line 418
news-details

Foto divulgaçao: Hospital Dr. Miguel Soeiro (HMS), pertencente à Unimed Sorocaba
Fonte Guia Saúde

*Redação
Maringá está fora do ranking em razão da cooperativa ainda não ter seu hospital

Não há discordância que entre os maiores sistemas de cooperativas de saúde do Brasil, com 344 cooperativas espalhadas de norte a sul do Brasil, em 84% do território nacional, que cuidam da saúde de mais de 18 milhões de brasileiros, está o Sistema Unimed. A Central Nacional Unimed é, ainda, sócia de 323 cooperativas do Sistema, que são responsáveis pela assistência à saúde dos seus clientes corporativos localizados nas áreas de ação dessas cooperativas.

O Sistema Unimed possui 116 mil médicos cooperados, o que significa que 1 em cada 4 médicos são associados à Unimed. Gera 108 mil empregos diretos e, caso se concretize as notícias de bastidores envolvendo a verticalização funcional da Unimed Maringá, vai consolidar sua posição em estar entre a segunda maior rede hospitalar do país com a mesma marca – a primeira é a rede das Santas Casas. Alguns desses hospitais próprios ganham notoriedade pela excelência em procedimentos cirúrgicos seletivos.

Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), a quantidade de transplantes de órgãos caiu 40% desde que a pandemia da Covid-19 atingiu o país.
A redução no número de transplantes começou a acontecer desde o primeiro óbito pela Covid-19 identificado no país, em 17 de março. Mas ainda na 1ª.quinzena de junho, segundo  o CGSNT, a queda no número de transplantes de rim, fígado, pâncreas, coração e pulmões foi de 43%, em média.

Mesmo assim, o Hospital Dr. Miguel Soeiro (HMS), pertencente à Unimed Sorocaba, registrou a sua maior marca de transplantes em uma única quinzena (6 a 17 de julho), quando realizou quatro de rim e dois de fígado. Em um dos casos, os rins e fígado de um mesmo doador foram transplantados em dois pacientes internados no HMS. Para o presidente da Unimed Sorocaba, José Francisco Moron Morad, a marca é vista como uma grande conquista.

 Primeiramente, porque proporcionou o aumento de sobrevida e da qualidade de vida desses seis receptores e, depois, porque mostra como a instituição está preparada para a realização de seis procedimentos dessa natureza, considerados de alta complexidade.  
Os transplantes de rim são cobertos pelas operadoras de planos de saúde, conforme regulamentação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), enquanto os de fígado, realizados no HMS, são feitos via Sistema Único de Saúde (SUS).

xocovid

Hospital da Unimed tem recorde de transplantes em duas semanas

Presidente da Unimed Sorocaba, médico José Francisco Moron Morad. Crédito da foto: Divulgação / SZS
Enquete

Se estiver no primeiro mandato, quais as chances do prefeito de sua cidade se reeleger ?


Todas

Nenhuma

Poucas